sábado, 16 de junho de 2007

A Menina Nuvem Preta


Quando o sol se escondeu
A menina nuvem preta
Apareceu!
E fez uma careta!
Choveu,
E a chuva que caía
Encheu o tanque vazio.
Um pardal
E uma andorinha,
Vieram beber a água fresquinha!
Depois o sol voltou,
E disse quando entrou no quintal:
- Bom-dia Senhora Andorinha!
- Bom-dia Senhor Pardal!

Poema de Sidónio Muralha
Bigrafia na Internet do Sidónio Muralha

1 Bilhetinhos:

Blogger Vieira Calado said...

Conheci Sidónio Muralha, em casa dum primo, também poeta, Leonel Neves.
Sidónio Muralho tem uns contos que são uma maravilha. Viveu muito tempo no Brasil e aí veio a falecer.
Um abraço

21 junho, 2007 14:51  

Postar um comentário

<< Home