domingo, 2 de setembro de 2007

Xadrez


É branca a gata gatinha,
É branca como a farinha.

É preto o gato gatão,
É preto como o carvão.

Os filhos, gatos gatinhos,
São todos aos quadradinhos.

Os gatinhos branquinhos
Fazem lembrar a mãe gatinha,
Que é branca como a farinha.
Os quadradinhos pretinhos
Fazem lembrar o pai gatão,
Que é negro como o carvão.

Se é branca a gata gatinha
E é preto o gato gatão,
Como é que são os gatinhos?

- Os gatinhos, eles são,
São todos aos quadradinhos


Poema de: Sidónio Muralha

1 Bilhetinhos:

Anonymous carla cristiana said...

Olá Carol, esse poema lembra-me a minha infância!
Relativamente às ilustrações, poderá usa-las desde que coloque os devidos créditos, tal como disse.
Em relação às publicações, entre em contacto comigo através do meu mail: ccristianacarvalho@gmail.com
Um abraço

09 setembro, 2007 15:45  

Postar um comentário

<< Home